A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA REGIÃO DO CARIRI PARA ATUAÇÃO COM A EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Klevio Pessoa De Lima, José de Caldas Simões Neto, Ariza Maria Rocha

Resumo


Para estabelecer parâmetros da realidade da formação de professores de Educação Física, é preciso conhecer os limites da área, e com isso indicar possibilidades para um trabalho pedagógico na sua formação. O estudo busca refletir sobre o currículo de formação dos professores de Educação Física da região cariri cearense para atuação com a Educação Ambiental. O presente estudo tem característica documental e descritiva, em que foram analisadas as matrizes curriculares no tocante as disciplinas, carga horária, ementa e conteúdo. Tendo como objetivo principal identificar a relação da Educação Física com a Aducação Ambiental durante a formação profissional docente. A população do estudo foi composta por 5 instituições e amostra por 5 matrizes. Os resultados encontrados foram para 7 componentes curriculares nas 5 matrizes, sendo uma disciplina na instituição A; uma disciplina na instituição B, duas disciplinas na instituição C; duas disciplinas na instituição D e um disciplina na instituição E. É possível refletir que nas matrizes ofertam o mínimo exigido pelas diretrizes na formação de professores no tocante a Educação Ambiental, com uma ou duas disciplinas como componente curricular obrigatório para ser trabalhada e discutido as temáticas e questões sobre meio ambiente e educação ambiental.


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Dispõe sobre os programas especiais de formação pedagógica de docentes para as disciplinas do currículo do ensino fundamental, do ensino médio e da educação profissional em nível médio. MEC. Brasília. 1997.

_________. Parâmetros curriculares nacionais: educação física. Secretaria de Educação Fundamental - MEC/SEF, Brasília,1997.

_________. Lei n. 9795 - 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental. Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília, 1999.

CORRÊA, S. A.; A inserção dos parâmetros curriculares nacionais (PCN) nas escolas da rede pública do estado de goiás – brasil: a abordagem dos temas transversais –com ênfase no tema meio ambiente; Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient. ISSN 1517-1256, v.17, julho a dezembro de 2006.

CORNELL, J. Vivências com a natureza2: novas atividades para pais e educadores. São Paulo: Aquariana, 2008.

DIAS, G. F.; Educação Ambiental: princípios e práticas. 9 ed. São Paulo: Gaia, 2001.

DOMINGUES. S. C.; educação ambiental e educação física: possibilidades para a formação de professores; Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v. 33, n. 3, p. 559-571, jul./set. 2011.

INÁCIO H. L. D.Educação Física e educação ambiental: refletindo sobre a formação e atuação docente; revista da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, Campinas, v. 11, n. 4, p. 1-23, out./dez. 2013.

MARINHO, A. M. S.; A educação ambiental e o desafio da interdisciplinaridade; (2004)

MATAREZI, José. Despertando os sentidos da educação ambiental. Educar em Revista, n. 27, 2006.

MEDINA, N. M. Panorama da Educação Ambiental no Ensino Fundamental; Oficina de trabalho realizada em março de 2000 Brasília/DF

NEUENFELDT. Derli Juliano; MAZZARINO, Jane Márcia. Educação ambiental e formação de professores de Educação Física: uma proposta tridimensional; Lecturas: Educación Física y Deportes (EFDeportes.com), Revista Digital. Buenos Aires, Año 22, Nº 232, Septiembre de 2017. http://www.efdeportes.com/

OLIVEIRA, M. P.; Avaliação da importância da educação ambiental nos PROFOP - programas de formação de professores: uma proposta de mudança curricular; CNE/CEB Nº 02/1997 e CNE/CP Nº 02/2015).

PEREIRA, F. A.; Educação Ambiental e interdisciplinaridade: avanços e retrocessos. Brazilian Geographical Journal: Geosciences and Humanities researchmedium, Ituiutaba, v. 5, n. 2, p.575-594, Jul. 2014. Trimestral.

RAUPP, F. M.; Metodologia da Pesquisa Aplicáveil às Ciências Sociais; academia. edu; são Paulo, 2006.

REIS JUNIOR, Alfredo Morel dos. A formação do professor e a Educação Ambiental. Dissertação de mestrado em Educação apresentado a Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação. Campinas, São Paulo, 2003.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço. Técnica e Tempo, Razão e Emoção. 4. Ed. São Paulo: Edusp, 2012.

TEIXEIRA, Cristina; TORALES, Marília Andrade. A questão ambiental e a formação de professores para a educação básica: um olhar sobre as licenciaturas. Educar em Revista, p. 127-144, 2014.

TORALES, Marília Andrade. A inserção da educação ambiental nos currículos escolares e o papel dos professores: da ação escolar à ação educativo-comunitária como compromisso político-pedagógico. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande/RS, v. especial, p. 1-17, mar. 2013.

UNESCO. Educação para um futuro sustentável: uma visão transdisciplinar para ações compartilhadas. Brasília: Ed. IBAMA, 1999, 118 p.




DOI: https://doi.org/10.1000/riec.v2i1.54

DOI (PDF): https://doi.org/10.1000/riec.v2i1.54.g43

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências - RIEC | ISSN: 2595-0959 |

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências - RIEC | ISSN: 2595-0959 |

Faculdade Vale do Salgado

Rua Monsenhor Frota, 690

Bairro Centro | CEP: 63430-000 | Brasil, Icó-Ceará

Telefone: +55 88 3561-2760

E-mail: riec@fvs.edu.br